quinta-feira, 5 de junho de 2008

Dia Mundial do Ambiente

Não posso deixar em claro este dia sem assinalar com uma pequena contribuição e alerta para este dia, e faço-o porque no dia a dia sou um militante pelo ambiente, eu reciclo em casa, dou por mim a juntar os plásticos e vidros à parte e depois a transportá-los para o contentor respectivo. São influências deixadas pelos meus filhos (não é Andreia?) e ainda o faço pela minha neta e pelos que ainda aí vêm. Temos grande responsabilidade no que vamos deixar para as gerações vindouras, se não se conseguir corrigir o actual curso das coisas olhemos para o que os cientistas prevêem no mapa de Portugal (particularmente a península de Peniche, desaparecerá!).


Reflictamos pois, em busca de um mundo mais puro.


Isto não é nem demagogia nem utopia, é um trabalho de todos, deixar aos nossos descendentes pelo menos alguma pureza ambiental que nós podemos contemplar durante a nossa vida.

2 comentários:

elvira carvalho disse...

E um dia seremos réus da história, para os povos vindouros. Pela destrição do planeta.
Um abraço

Anónimo disse...

ÓI CHICO!TENHO ESTADO UM POUCO ATAREFADA EM BUSCA DE ALGUMAS COISAS NOVAS.ACHO MUITO INTERESSANTE AS TUAS PREOCUPAÇÕES COM A MÃE NATUREZA.EU TAMBÉM TENHO ESSA PREOCUPAÇÃO,E REVOLTO-ME MUITAS VEZES QUANDO AS PESSOAS SÓ OLHAM PARA O SEU PRÓPRIO UMBIGO.HOJE ESTIVE AÍ,DE FUGIDA COMO SEMPRE,MAS AINDA DEU PARA COMER UM BOM PEIXINHO FRESCO,COISA QUE EU TINHA MEDO NÃO ACONTECESSE POR CAUSA DAS DIVERGENCIAS DAQUELES QUE SE ACHAM "SOBERANOS" E NEM SE PREOCUPAM COM AS DIFICULDADES DE QUEM SE FARTA DE TRABALHAR E ENVELHECE TÃO PRECOSSEMENTE COMO OS HOMENS DO MAR " O MEU PAI E OS MEUS TIOS TAMBÉM O FORAM" GRÇAS A DEUS QUE AGORA TUDO ESTÁ CALMO.
UM ABRAÇO
CIDÁLIA