sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

É preciso lembrar para não esquecer!

13 comentários:

antonio angelo disse...

Chico,bem atento á efeméride,parabéns!Nesta data ainda estavamos num outro Mundo.Votos para que durante muitos e muitos anos nós e amigos se possam lembrar desta efeméride e tudo que por lá passou.
Abraços

Albino disse...

Ola Antonio felicidades para o Ano de 2009 e tambem para a Fernanda...muitas estorias teriam que contar todos aqueles que foram ''residentes'' na prisao da Fortaleza.. e como dizes e bem Lembrar para nao esquecer..
Chico tudo de bom para o Ano de 2009.
Abraco

Luis Santana disse...

Albino, quem fala assim nao e gago. O teu avo, tambem foi bastante assediado por essa corja. Um abraco

Albino disse...

Certo Luis.o meu avo foi marcado e passou 2 vezes em diferentes datas nao nessa residencia mas noutra igual para os lados de Lisboa....ele que depois veio ate nos e viveu aqui ate falecer,e foi a alegria do 25 de abril de 1974 ouvindo as noticias vindas de Portugal que o matou...eram homens de ferro os que como ele lutaram pela liberdade...uma pequena homenagem para o meu avo Jose Do Carmo penso que muito conhecido em Peniche de Cima tal como o pai da Margarete...LEMBRAR PARA NAO ESQUECER.
Abraco

Luis Santana disse...

E verdade Albino, foi por causa de homens como o teu avo, que o 25 de Abril foi possivel. Sim, o tio Ze do Carmo era muito respeitado em Peniche, eu penso que sabes disso tao bem como eu. Podes e deves sentir-te muito orgulhoso por teres sido o seu neto. Um abraco

Anónimo disse...

Para todos Um Ano 2009 com muita saúde e sorte.
MEMÓRIAS - Lembro-me do Sr. José do Carmo, era eu uma miúda pequenina. Frequentava a sua casa. Recordo-me da sua filha Preciosa. Foi um dia de muita alegria a chegada do "Maravilhas" da guerra de África.
Abraços a todos

Luis Santana disse...

Lembra-me muito da minha prima Preciosa, que tambem ja nos deixou. Um grande abraco para o Armenio < maravilhas> antigo companheiro do clube "os aguias negras" e nao so. Luis

Albino disse...

A minha tia Preciosa, irma da minha mae Antonieta era muito minha amiga e claro passaram mesmo tempos de angustia devido ao que se passava com o meu avo...eu tambem passava muito tempo com os meus avos...vi a minha tia ja no lar de st maria onde veio a falecer...os filhos Jose e Vitor encontram-se na Alemanha e ainda nao os vi..Luis temos uma grande familia..
Abraco a todos

André disse...

Sobre o Zé do Carmo gostava de saber mais elementos, se fosse possível. O Pai da Margarette, pelo que me disseram eram o padeiro Carlos Leiria. Descubri algures uma entrevista dele de há muitos anos atrás. Deixo o desafio de publica-la no dia 25 de Abril deste ano!

Francisco Germano Vieira disse...

Sobre o Tio Zé do Carmo sei que foi preso pela PIDE, assim como o Ti João Barbeiro, o José Sales, o Álvaro (Pitorro) entre outros que se for necessário, e eu acho que é, devia ser feita essa história, dos resistentes. Eu era miúdo com uns 8 ou 9 anos e lembro-me das conversas na barbearia do Ti João Barbeiro, ele era também comandante dos Bombeiros, mas eu caladinho ia ouvindo as suas dissertações sobre a situação do país. Deixo aqui um desafio para quem souber de outros democratas que tenham sido perseguidos pela Polícia Política PIDE, o descrevam através de comentários.

Glória disse...

Rebuscando na minha memória tenho uma vaga ideia de presenciar o Sr. José do Carmo em conversas com o Belmiro Alves (Trav. da Fé, nº 1?), sobre a pesca, mas tudo em meias palavras. Só anos mais tarde percebi que teria a ver com política.

Margarete disse...

Ola a todos.
Lembro-me muito bem ,quando o meu
Pai foi preso pela pide,nesse dia com ele também, foram os Srs.José do Carmo,João Barbeiro,José Sales,
Paulino Patricio,José Padeiro,e penso que mais algum,
para o Aljube para serem interrogados, e depois foram para
CAXIAS, quem ficou là mais tempo uns três meses, foi o Sr,João Barbeiro.
O Sr.Alvaro foi preso muito antes
e também esteve em CAXIAS, mas esteve là uns ANOS, assim como o Sr. Saul Gonçalves que esteve ai preso na Fortaleza, de Peniche e que depois foi transferido par o
TARRAFAL,estes dois Senhores forao
muito mal tratados, tanto fisicamente, como psicolojicamente,
é importante lembrar para não esquecer,estes homems que ajudaram a contruir,a DEMOCRACIA E A LIBERDADE EN PORTUGAL, QUE TANTO CUSTOU atinjir
Un abraço
Margarete Leiria

Albino disse...

Claro Margarete foram dias dificies que os nossos pais e avos passaram na altura, mas e certo que valeu apena ja que a Liberdade foi conseguida mais tarde..faca-se realmente homenagem a estes homens de grande coragem..o meu avo esta supultado num cemiterio em Durban mas a memoria do meu avo esta bem comigo..
Abraco a todos