terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Uma tarde de vento muito forte


Hoje quando me encontrava a tirar umas fotos ali para os lados do Porto de Areia Sul, oiço uma voz a dizer-me " se quiser tirar fotografias venha para aqui", lá fui, era uma espectacular varanda e a pessoa era um simpático homem do mar, de seu nome António Laborinho, um reformado da pesca, que naquele local, ele e os amigos também reformados, costumam jogar umas cartas e apreciar as vistas, era (é) um homem bom e o pedido para quando eu quisesse lá passar estar à vontade. Depois de uma vida de luta sabe bem ouvir estes reformados, Homens que têm muito a ensinar ( e pelos vistos cada vez mais) ainda aos mais novos.


3 comentários:

Luis Santana disse...

E com HOMENS como este que a gente se entende, Chico. Um grande abraco

Albino disse...

Ola Luis,ja tenho saudades dos teus comentarios...com o mar assim tao alto da para meter medo nao?
Abraco para o Canada da Africa do Sul.esse senhor parece-me conhecido!!

Luis Santana disse...

Um abraco para voces tambem, Albino. Tudo do bom. Luis