quinta-feira, 14 de julho de 2011

O Sistema LORAN - Auxiliar de navegação

Loran C

Marca: Morrow
Modelo: LDR 1500
País: U.S.A.
Ano - Inicio década de 70 séc. XX

O sistema LORAN, acrónimo de LOng RAnge Navigation foi implementado na década de 50 como LORAN A, evoluiu para LORAN C e foi substituído durante a década de 70 pelo sistema OMEGA.

Posição das Estações Emissoras

O LORAN-C é um sistema hiperbólico de navegação através de rádio, de longo alcance, que utiliza impulsos de radiofrequência da faixa de LF (baixa frequência - 100 kHz). O sistema é baseado na medida da diferença do tempo de recepção de sinais transmitidos por duas estações. Se um receptor a bordo for capaz de medir a diferença de tempo de recepção de sinais transmitidos sincronizadamente por duas estações, ficará determinada uma LDP hiperbólica (definida como o lugar geométrico de todos os pontos que têm a mesma diferença de distâncias para as duas estações), pois a uma dada diferença de tempo de chegada dos sinais no receptor de bordo corresponderá uma determinada diferença de distâncias das estações transmissoras. Assim, as linhas de posição do LORAN-C são hipérboles que representam o lugar geométrico dos pontos que apresentam a mesma diferença de tempo de recepção de sinais emitidos sincronizadamente por duas estações.

Originalmente, o LORAN-C operava utilizando o conceito de que a recepção do impulso transmitida pela estação Mestra é que disparava as emissões sequenciais das estações Escravas a ela associadas, numa determinada cadeia. Entretanto, padrões atómicos de tempo nas estações regulam todas as transmissões de cada cadeia com maior exactidão, garantindo uma precisa sincronização das emissões. Além disso, a precisão do LORAN-C deriva da exactidão com que o receptor é capaz de medir as diferenças de tempo de recepção dos impulsos de radiofrequências e da estabilidade da propagação das ondas LF, que também proporcionam longo alcance. A frequência básica do sistema, como vimos, é 100 kHz. Todas as estações LORAN-C transmitem sinais com uma frequência comum de 100 kHz, com uma largura de faixa estendendo-se até 10 kHz para cada lado. O aparelho receptor gera duas ondas quadradas que num determinado momento se “alinham” (determinação da diferença de tempo das duas estações), então o número gerado é consultado num mapa de LORAN e indicada a posição do barco.

Carta da costa Portuguesa de LORAN

O alcance das ondas terrestres do LORAN-C é de 800 a 1.200 milhas, dependendo da potência da estação, do nível de ruído na área, da sensibilidade do receptor e da atenuação no trajecto estação–receptor.

No porto de Peniche o primeiro LORAN que foi instalado foi o Morrow, modelo LDR 1500, no inicio dos anos 70 (já na parte final da sua utilização) na embarcação de pesca longínqua “Trio Ribamar” pelo meu amigo Estêvão A. Henriques.

Em território Português foram construídas por implementação da NATO em 1965 as Estações Emissoras de LORAN de Sagres, Porto Santo, Santa Maria e Flores.

Este sistema de navegação foi desactivado nos Estados Unidos e Canadá em 2010.

-------------------------------------------------------------------------------------------


Sem comentários: