quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

O caminho

O caminho será este? pergunta, sim agora é este, mas, vê-se que foi usado há muito e agora está abandonado, retorquiu o outro, aliás se verificares bem já não é usado há muito, as ervas daninhas tomaram conta do rodado dos carros, para onde nos levará isto?, não te preocupes deixa comigo, há-de ir ter a algum lado, agora não temos escolha, mesmo que seja para um sítio muito mau, temos que ir por aí.
Olha bem, vê ao longe, o caminho não leva a lado nenhum, para que me estás a empurrar para ali?, não te preocupes.
O outro lá foi, nada convencido com aquele caminho já utilizado há muito e abandonado porque porventura não levava a lado nenhum.

2 comentários:

Ramiro Viegas disse...

Pelo registo no trilho, vê-se que foi usado, parece abandonado mas, se deixarmos a nossa cegueira virtual "Conseguimos ver que estamos no mesmo caminho" que nos vai levar a parte incerta? Se não deixarmos de ser SURDOS, relativamente à chamada de atenção sobre o caminho que nos estão a indicar. Se continuarmos a ser MUDOS sem indignação sobre o caminho que, estamos a ver não ser o melhor mas que, teimosamente continuamos a segui-lo e, a acreditar nos guias que nos orientam, apesar deste não nos levar a lado nenhum, o abismo está ALI bem perto quando acordármos já é tarde.

Albino disse...

Ola Ramiro Viegas..Bem dito sim senhor!..Penso que o Chico e tu estao certamente a falar da situacao que Portugal se encontra..Haja esperanca!
Abraco