quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Morreu Horácio Rufino

A notícia chegou-me através de um comentário colocado num post, faleceu o Horácio Rufino. Fomos amigos na juventude, nos nossos 15 a 17 anos, nos períodos de férias que passava aqui em Peniche, onde o seu pai trabalhava. Foi uma amizade que me marcou muito, era um rapaz inteligente, vivo, solidário, lutador. Fui para o serviço militar e soube que foi preso pela PIDE, indo parar ao Forte de Peniche onde foi libertado no 25 de Abril. Desde a juventude nunca mais nos vimos,  há uns anos soube por um amigo que estava em Portimão. Quero guardar a imagem do Horácio de que me lembro, dos cabelos louros, da barba um pouco crescida, daquele amigo alto e magro, das longas conversas sobre tudo o que havia a conversar, da política à vida. Há um amigo comum, o Neves que também sentirá a sua falta.

É esta a imagem que quero para sempre recordar do Horácio, quantos anos estavas avançado já naquele tempo em relação a nós todos.

Adeus amigo, descansa em paz.

Sem comentários: