sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Fuga de Peniche–3 de Janeiro de 1960–Evocação histórica

Realizou-se em Peniche a evocação histórica da “Fuga da Cadeia do Forte de Peniche” de 3/1/1960, quando Álvaro Cunhal juntamente com 9 outros dirigentes e companheiros de prisão se evadem desta Fortaleza. Esta celebração coincide com o fim das comemorações do centenário de Álvaro Cunhal e o começo das celebrações do 40º aniversário do 25 de Abril.

Foi inaugurada uma exposição que se manterá na Fortaleza até 4 de Janeiro de 2015 e que se intitula “Forte de Peniche, local de repressão, resistência e luta”, procedeu-se depois à evocação da fuga com a participação de um Grupo de Teatro dirigido por Fernanda Lapa, um poema de João Monge dito por Maria João Luís, a descida da muralha por um grupo pertencente à Associação Espeleológica de Óbidos e por fim um fogo de artifício. É dessa evocação que dou conta através das imagens que fui obtendo e que mostro abaixo.

IMG_7158

IMG_7147IMG_7148IMG_7150IMG_7152

IMG_7157IMG_7159IMG_7166IMG_7170

IMG_7186IMG_7188IMG_7189IMG_7192IMG_7195IMG_7198IMG_7208IMG_7210IMG_72031IMG_72061IMG_7218IMG_7225IMG_7235IMG_7215IMG_7245

Depois da fuga, o fogo de artifício.

IMG_7282IMG_7262IMG_7264IMG_7268IMG_7275IMG_7285

1 comentário:

Luis Santana disse...

Um camarada. Um HOMEM.