sábado, 10 de janeiro de 2015

Uma expressão de liberdade

Pensei em expressar o meu sentimento de liberdade, hoje, após o terror ter andado à solta. Saiu-me isto, uma gaivota, assim, voando livre e sem vigias nem medos.

1 comentário:

Farelhão disse...

Fui à beira do mar
Ver a que lá havia
Ouvi uma voz cantar
Que ao lange me dizia

Ó cantador alegre
Que é da tua alegria
Tens tanto para andar
E a noite está tão fria.
(José Afonso - Fui à beira do mar)

A noite está gelada
Quando é que nasce o dia
Nesta pátria tão cansada
Onde viver arrepia
(digo eu )