quinta-feira, 16 de julho de 2015

Um roteiro de pesqueiros da costa de Peniche

Através de uma ideia lançada por um leitor no livro de visitas do Blog, que dizia textualmente isto:

“Como gosto de pesca desportiva apeada e como sou de cá, queria deixar aqui um desafio. Gostaria que tirasse umas fotografias às zonas propícias a esta modalidade e que fizesse a sua crítica. Peniche é uma terra que neste momento está voltada para o turismo. Mas o turismo que Peniche tem para oferecer não é só ondas e surf! Há outros atractivos que a nossa terra tem para oferecer e a criação de condições para esta modalidade iria com certeza atrair mais visitantes. Há muito que se podia fazer, como por exemplo a criação de mais acessos/varandas, a criação de um roteiro de zonas de pesca, divulgação pela internet, etc. Fico a aguardar as próximas fotos. Abraço e continuação do bom trabalho.”

É claro que tudo o que aqui está proposto é muito interessante, achei a ideia com pés para andar, depois de refletir um pouco avancei com parte da ideia, o que não quer dizer que não possa ir completando, para já avanço com o roteiro dospesqueiros da costa de Peniche, com a sua posição georreferenciada e algumas fotografias do pesqueiro, assim como um apontamento sobre o acesso/estado do pesqueiro, este trabalho vai sendo actualizado e complementado com o tempo, sugestões, comentários que queiram deixar etc. Foi utilizado um mapa existente dos anos 60 o qual numerei pesqueiro a pesqueiro. Não foram introduzidos pesqueiros novos e alguns dos que se mostram como os da Fortaleza são meramente indicativos.
Chamo a atenção para que este não é um trabalho de rigor científico pelo que as informações nele contidas, não deverão ser tomadas como rigorosas mas sim de caracter informativo.
Este trabalho que me levou a calcorrear toda a costa de Peniche, teve a ajuda preciosa do meu amigo João Azevedo, conhecedor e entusiasta da pesca desportiva, a ele o meu obrigado.
Como nota final, direi que quando se começa um trabalho destes só com o tempo se vai vendo qual era a melhor maneira de mostrar o que se quer, entretanto já andámos muito e teremos de voltar atrás, pelo que optei por publicar como está e ir modificando o que houver a modificar. Chamo também a atenção, aqui das autoridades locais, que toda a costa norte carece de avisos de pesqueiro em contraste com a costa sul, mais identificada, ainda uma grande dificuldade de estacionamento no lado norte e alguns pesqueiros com varandas completamente destruídas.

Espero que este trabalho sirva de algum modo os interesses de Peniche como terra de recursos pesqueiros e contribua para que mais gente procure a nossa costa para exercer o desporto da sua preferência.

3 comentários:

Luis Pedreira disse...

Ola Francisco,

Queria desde ja felicita-lo pelo excelente traballho que fez em relaçâo a identificaçâo dos pesqueirs de Peniche, sou de Peniche mas nâo sou Pescador mas acho este trabalho tâo bem feito que vou partilha-lo e espero que com a sua autorisaçâo as entidades que fazem a promoçâo turistica de Peniche o utilisem como ferramenta promocional, mais uma vez BRAVO e boa continuaçâo.

-Luis Pedreira

Francisco Germano Vieira disse...

Obrigado Luis, em relação à autorização para as autoridades disporem e utilizarem já dei a autorização desde que respeitem os direitos, mas penso que não devem estar interessados.

Cumprimentos

jp disse...

Já conhecia a imagem dos pesqueiros e julgo que tenho por aí uma das cópias originais do mesmo.
Este apanhado dos pesqueiros penicheiros evidencia um tipo de património que sem dúvida seria de divulgar e gerir, acrescentando outra mais-valia ao já rico, variado e único litoral penicheiro. O ano de 2016 em Peniche será dedicado à geologia. Os pesqueiros são localizações privilegiadas que resultam de particulares enquadramentos geológicos e paisagísticos. Julgo que nesta ligação também haverá algumas sinergias a explorar. Aproveitar o roteiro para a elaboração de passeio pedestre que o englobe julgo que também resultaria numa boa conjugação de interesses.

A grande oportunidade que vejo na divulgação e gestão deste género de oferta será a possibilidade de, em simultâneo, permitir formar e insistir na limpeza e educação ambiental do utente destas localizações. Quem calcorreia amiúde o litoral penicheiro tem do pescador desportivo uma imagem negativa, já que em grande parte destes pesqueiros se encontra muito lixo facilmente identificado com aquela atividade (não serão todos, certamente, mas por uns...). A exploração e gestão com sucesso deste género de oferta obriga previamente a este tipo de educação sem o que o tiro poderá sair pela culatra.