quarta-feira, 27 de julho de 2016

No silêncio da tarde

No silêncio da tarde, apenas o som da água que bate nas pedras faz com que pareça uma musica de fundo, estamos na Papôa, numa tarde qualquer soalheira de Julho.

Sem comentários: