quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Jardim Público - Peniche anos 60



O pequeno lago, o Coreto, o Campo de Ténis cercado pela rede metálica e o Clube.

Foto enviada por um amigo.

6 comentários:

jorge saldanha disse...

Que saudades do lago. Esta fotografia é de uma altura em que o jardim era bonito e que dava gozo passear. Nos meus tempos...há alguns anos atrás, dava para namorar nos bancos do lago. Boas recordações!Mas... tudo tem um principio e um fim e o lago deu lugar......

Anónimo disse...

Realmente este recanto do lago era bem bonito, não se entende muito bem como se destrói este tipo de património.
Quanto a mamarachos que também temos c/fartura por vezes duram, duram e duram anos, até que alguem resolva fazer algo.

Um Abraço
Tito Caetano

Albino disse...

Lembro-me perfeitamente do Lago e de tudo mais.Belos tempos..
Abraco

Aniceto disse...

Boas recordações e bons tempos, apesar de haver um senão nesta foto que ficou sempre na minha memória. Numa das janelas do club virada para o campo de ténis, tive o azar de partir um vidro quando jogava à bola e o Silva dos bolos é que pagou a despesa.Noutra altura esse bonito lago apareceu cheio de vazos que foram os que estão na foto,e quem foram os autores dessa brincadeira? Acusaram os filhos do Silva dos bolos, lá fomos para o posto da polícia prestar declarações. Confirmada a nossa inocência regressamos a casa. Como vêem naquele tempo passavam-se coisas interessantes e saudáveis e esta é mais uma recordação que guardo com saudade.
Abraço.

Luis Aniceto

jacinto borges disse...

Tambem acho que o jardim dos tempos da minha infancia era muito mais bonito do que esta hoje,na maior parte das terras alindam-se as coisas para melhor, em Peniche e no que ao jardim diz respeito acho que fizeram com que perdesse toda a graça que tinha.
Quanto ao lago tambem tenho uma recordaçao engraçada, como os meus avos nao moravam longe, quando eu era miudo ia brincar para o jardim e para junto do lago com os meus primos e um dia nao sei como, fui cair la dentro,escusado sera dizer que apanhei um grande susto e fiquei um pinto, pois nao teria para ai mais que os meus sete anitos.Depois de ver a foto do Francisco e as vossas recordaçoes do jardim e do lago nos vossos comentarios achei graça e resolvi contar a minha que para mim tambem continua ter graça.
Um abraço a todos Jacinto

Aires Manuel disse...

Pois caros amigos,eu trabalhei e fui proprietário das exploracções,camarárias,no parque de campísmo e no jardim municipal,o meu tio e pai eram os sócios principais.Era uma zona muito aprazí.vel,pricipalmente no Verão.Muitos turístas frequentavam a esplanada do café O Galeão,pois estavam acampados no parque de campísmo e á noite escolhiam aquele local agradável,para passar um pouco das noites de lazer.Foram 9 ou 10 anos que vivi e trabalhei em Peniche.Tive bons amigos que ainda hoje os recordo com saúdade.Boa terra boa gente.Jardim municipal de Peniche melhorem-no e estimem o local em memória dos bons velhos tempos. Aires Manuel com um abraço.