domingo, 17 de novembro de 2019

Dunas em Peniche de Cima


As cores da vinha no Outono

As cores da vinha no Outono tomam tonalidades que nos prendem o olhar, desde o tom acastanhado ao dourado, faz bem ver as vinhas no Outono e no meu caso fotografá-las.



As cores da natureza ao anoitecer


Ele sobe até à marginal, o Mar


sexta-feira, 15 de novembro de 2019

O mar em Papôa - Peniche


Imagens de Peniche


Azulejos de Peniche - Largo do Campo da Torre


A vida da descarga do peixe


Quando o dia dá lugar à noite - Costa Sul Peniche


quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Clima. Onze mil cientistas alertam para "sofrimento incalculável"

Clima. Onze mil cientistas alertam para "sofrimento incalculável": No dia em que se assinalaram os 40 anos da primeira conferência mundial sobre o clima, mais de 11 mil cientistas de 153 países juntaram-se para alertar para o "sofrimento incalculável" que as alterações climáticas irão provocar a menos que haja grandes transformações na sociedade.

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Visita ao Atelier de um amigo

De passagem sem esperar pelo atelier do meu amigo Artista Plástico, Eduardo Ferreira, onde pude apreciar com minúcia e admiração os trabalhos em curso. Obrigado por me receberes amigo.

Documentos com história

Do amigo Francisco Félix recebemos este carão de Sindicato dos Pescadores e a a prosa em nome próprio:

“O cartão do Sindicato dos Pescadores de Peniche do meu pai”
A minha irmã encontrou esta preciosidade. Lembro-me de o meu pai descrever alguns plenários. A ação do sindicato foi muito importante, pois através da sua ação os pescadores viram a profissão valorizada. Essa nova dinâmica proporcionou condições para que eu e minha irmã conseguíssemos dar continuidade aos estudos, entre outras mais-valias.
Assinalando Novembro como Mês do Mar.

Azulejos de Peniche - Rua do Visconde


sábado, 2 de novembro de 2019

Av. 25 de Abril e Parque Baluarte S. Vicente

Por aqui brinquei quando andava na Escola Primária que era dada num primeiro andar pelo então Professor Oliveira, que já não está entre nós, do edifício que se vê à direita da imagem, por baixo havia a Taberna do Ramiro e a Barbearia do Ti João Barbeiro, que era penso Comandante dos Bombeiros, era lá que ia cortar o cabelo e desde menino ouvia as conversas sobre política, que nunca as esqueci, em frente não havia este relvado havia sim mato e o nosso recreio era nas muralhas onde fazíamos tudo, desde brincar às necessidades. Era assim a vida escolar naquele tempo, por vezes oiço coisas na televisão que me fazem rir, nem sequer sabem dar valor a quem esteve por trás do que têm agora. mas isso são contas de outro rosário, como se costuma dizer.