sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Américo Pereira Benedito (1923-2013)

clip_image002

O Américo, meu sogro deixou-nos, depois de uma vida muito preenchida e de uns últimos anos muito complicados devido à sua doença, mas não quero deixar passar sem lhe prestar uma última homenagem aqui neste meu sítio.

Teve uma vida muito preenchida e longa, chamavam-lhe o Américo “algarvio” mas ele por acaso nasceu em Peniche, dizia frequentemente que nasceu ao pé do Farolim, foi logo para o Algarve e só depois ainda nos anos 50 veio para Peniche, teve sempre dois amores, Portimão e Peniche, desportivamente tinha três amores, Portimonense, o G. D. Peniche do qual pertenceu à Direcção durante largos anos e o seu Benfica (ainda chegou a fazer umas redes para as balizas do Benfica que nunca foram utilizadas).

Depois das actividades profissionais terem cessado devido ao encerramento/abate da embarcação onde trabalhava foi dar aulas de artes de redes para a Forpescas onde obteve um prémio internacional no âmbito da então CEE com um trabalho que fez e com o qual ganhou uma viagem a Bruxelas e uma réplica de um astrolábio, nunca foi referenciado em nenhum dia do pescador, acontece.

Era um bom homem e costumava dizer que eu era como um filho para ele, são coisas que gostamos de ouvir, sinal que trilhamos caminhos correctos.

Esta é uma simples homenagem mas que a faço em meu nome e lembrando-me da minha esposa, da minha sogra Lurdes e dos meus filhos que ele adorava.

Que descanse em paz.

3 comentários:

João Avelar disse...

Acabo de ter conhecimento, os meus pêsames para vocês, lá foi mais um nosso amigo

Anónimo disse...

Olá, Caros Amigos

A vida é assim mesmo, mas é sempre c/muita pena que vimos partir, um Bom Homem.

Um Abraço de Amizade p/toda a Familia

Os Amigos
Tito e Dalia

Anónimo disse...

Olá, Amigos.
Só agora tive conhecimento,lamento, pois era um amigo que eu muito estimava.
Os meus Pêsames a toda a família.
Um beijinho especial à Dádinha.
Estrela Paiva.